sexta-feira, 29 de abril de 2016

(34)POR CÁ: ACTIVIDADES PRÓ 5º FDS DE ABRIL!(2016)

CAROS BLOGUISTAS: AQUI FICAM ALGUMAS ACTIVIDADES PREVISTAS PRÓ ÚLTIMO FIM-DE-SEMANA DE ABRIL DE 2016!

1-CINEMA: O Criminoso

(só 6ª feira)

2-WORKSHOP: Dança de Salão
Resultado de imagem para dança de salão imagens
(sexta-feira, org. pela cmt)

3-CONCERTO MUSICAL: Sábado à noite

(org. pela banda musical de gouviães)


4-CONCERTO: Domingo à tarde

(concerto dia da mãe.org. pela cmt)


5-DIVERSOS DESPORTOS

5.1-FUTEBOL: Domingo de tarde



5.2-CAMADAS JOVENS: Futebol e Andebol


VOTOS DE UM BOM FdS!:)

Aquele Abraço!
ProfAnónima

NB: HOJE À TARDE AINDA VAI HAVER MAIS UMA REUNIÃO DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL NOS PAÇOS DO CONCELHO!(ver ot no post 31)

quinta-feira, 28 de abril de 2016

(33)POR CÁ: PROGRAMA DA HOMENAGEM AO NELO!(post informativo)

CAROS BLOGUISTAS: AQUI FICA O CARTAZ/PROGRAMA DA HOMENAGEM AO "NELO" QUE UM GRUPO DE AMIGOS ESTÁ A PROMOVER!





A MODERADORA PRINCIPAL DO TAROUCAndo

NB:POST CONSTRUIDO APÓS UMA COLABORADORA TER FALADO COM UM FAMILIAR DIRECTO.

(32)POR CÁ: UM RESUMO POSSÍVEL DA ÚLTIMA REUNIÃO DA AMT!(29/2/2016)

CAROS BLOGUISTAS:

AQUI FICA O ESPAÇO PRA COLOCARMOS (nos comentários) UM RESUMO MUITO RESUMIDOS DOS ASSUNTOS ABORDADOS NA ÚLTIMA REUNIÃO DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL, OCORRIDA NO DIA 29 DE FEVEREIRO DE 2016!


APROVEITAMOS PRA RECORDAR QUE A PRÓXIMA REUNIÃO DESTE ÓRGÃO, É JÁ AMANHÃ À TARDE! (ver a ordem de trabalho no post 31)

quarta-feira, 27 de abril de 2016

(31)POLITICA LOCAL: ORDEM DE TRABALHOS DA REUNIÃO DA AMT!(29/4/2016)

CAROS BLOGUISTAS: AQUI A ORDEM DE TRABALHOS DA PRÓXIMA REUNIÃO ORDINÁRIA DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE TAROUCA, MARCADA PRÓ DIA 29 DE ABRIL (6ªfeira). PELAS 14.30 HORAS!



A MODERADORA PRINCIPAL DO TAROUCAndo

(30)25 DE ABRIL/16: REACÇÕES AO DISCURSO DO SR PRESIDENTE DA REPÚBLICA!

25 DE ABRIL/16:REACÇÕES AO DISCURSO DO SR PRESIDENTE DA REPÚBLICA

«PSD: “Não recebemos lições de ninguém sobre consensos”

Bancadas da esquerda sem críticas ao discurso do Presidente da República.

O líder da bancada do PSD, Luís Montenegro, recusou aceitar lições sobre consensos, depois de questionado sobre o apelo a entendimentos lançados por Marcelo Rebelo Sousa. “Não recebemos lições de ninguém sobre consensos”, disse aos jornalistas, no final da sessão solene de comemoração do 25 de Abril, recordando que o PSD, durante o tempo em que apoiou o anterior Governo, pediu esses acordos e não conseguiu.

Montenegro referiu que o Presidente da República falou da área da Segurança Social, em que o líder do PSD tem insistido na necessidade de chegar a acordo com o PS, e que os socialistas têm negado. O líder da bancada do PSD acabou por dizer que Marcelo Rebelo de Sousa não tinha a “intenção de dar lições a ninguém” e que deu a sua opinião. Montenegro destacou a linha que o Presidente traçou entre os “dois projectos alternativos”, um do PS e apoiado pela esquerda, o outro pelo PSD.

A sustentabilidade da segurança social foi também destacada pelo porta-voz do CDS-PP como uma das questões em que o partido tem estado disponível para consensos mas que a actual maioria considera o “sistema suficiente”. João Almeida considerou o discurso do Presidente da República “abrangente” e com uma “leitura histórica” em que o partido “se revê”.

Pelo PS, o líder parlamentar Carlos César leu nas palavras de Marcelo Rebelo de Sousa “um aviso muito sério para os que fazem oposição” para a necessidade de entendimentos do que é “essencial”. Relativamente às críticas duras lançadas pelo PSD à governação da actual maioria, Carlos César disse não querer comentar adjectivos “marginais e que têm pouco conteúdo excepto retórico”. O importante é os partidos serem “capazes de nos unir no que é essencial”, reforçou.

O líder do PCP, Jerónimo de Sousa, preferiu assinalar a “diferença” desta sessão de comemoração do 25 de Abril face a anteriores em que se falou da revolução e da Constituição, alegando que isso aconteceu “em resultado da nova correlação de forças” no Parlamento. Foi também com a palavra diferença que Jerónimo de Sousa qualificou o discurso de Marcelo Rebelo de Sousa face ao seu antecessor, Cavaco Silva. Relativamente aos consensos, o secretário-geral do PCP considerou que são necessários “sempre que forem positivos para o país”. O que é necessário, sublinhou, é uma “política alternativa”. “Ainda agora começámos”, concluiu.

Também sem críticas para Marcelo (aliás as bancadas da esquerda foram as que mais aplaudiram o chefe de Estado), a coordenadora do BE, Catarina Martins, quis salientar como “a parte mais importante do discurso do senhor Presidente da República” a que sublinhou o dia de hoje como o de celebração, mas também a consciência da necessidade de lutar pela igualdade e para que muitas pessoas, pelas suas condições de vida, estão excluídas. A líder bloquista referiu também as insuficiências da democracia quando se aceitam as “imposições europeias” e que isso não significa um fechar em “ideais nacionalistas”.

A mesma ideia de rejeição às “ingerências” de Bruxelas foi sublinhado por Heloísa Apolónia, deputada d'Os Verdes. “Quero destacar que vários discursos fizeram a crítica directa à União Europeia. Sinal dos tempos e de que a União Europeia está num elitismo absoluto”, afirmou a deputada ecologista. Já sobre o discurso de Marcelo Rebelo de Sousa, Heloísa Apolónia realçou a importância de o Presidente ter sublinhado a necessidade de os jovens conhecerem o 25 de Abril e no desafio aos partidos que se concentrem nos “problemas reais do país como a pobreza”. »´(IN PÚBLICO)

NB:NO POST 29 PODERÁ VER UM RESUMO DO DISCURSO DO SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA NO 42º ANIVERSÁRIO DO 25 DE ABRIL!

terça-feira, 26 de abril de 2016

(29)25 DE ABRIL/16:UM RESUMO DO DISCURSO DO SENHOR PR!

[TRAZIDO DO JORNAL PÚBLICO-25/4/2016]

25 DE ABRIL:UM RESUMO DO DISCURSO DO SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA!

«Marcelo pede realismo ao Governo e humildade à oposição


Presidente elogia “estabilidade adquirida” e afasta clima de “campanha eleitoral”, num discurso mais aplaudido pela esquerda que pela direita. E insistiu no apelo aos consensos: “Unamo-nos no essencial”.

Com um cravo na mão para que não se esquecesse “do muito que está por fazer”, Marcelo Rebelo de Sousa assumiu-se neste 25 de Abril como o garante da “estabilidade adquirida” e o promotor dos consensos para além dos “dois caminhos alternativos da governação”. “Unamo-nos no essencial”, sem negar “a riqueza do confronto democrático, em que Governos aplicam as suas ideias e oposições robustecem as suas alternativas”, disse na sessão solene das comemorações da Revolução dos Cravos, a primeira da nova conjuntura política. Um discurso mais aplaudido pela esquerda do que pela direita e que o primeiro-ministro considerou mais tarde “justo relativamente ao passado e mobilizador sobre o futuro”.

Neste primeiro discurso no Parlamento depois da posse – cuja primeira versão foi escrita logo nos dias seguintes -, o Presidente da República focou-se na actual situação política, com recados claros: “Portugal não pode nem deve continuar a viver sistematicamente em campanha eleitoral”. Antes “exige estabilidade política, crucial para a estabilidade económica e social. O estar adquirida, finalmente, essa estabilidade é um sinal de pacificação democrática que deve reconfortar os portugueses”.

O Presidente pôs o dedo na ferida do seu próprio partido de origem e o líder do PSD ressentiu-se. Passos Coelho nem uma vez aplaudiu o discurso do chefe de Estado a não ser no fim. Muito menos quando Marcelo foi directo: “Quem se pretenda alternativa, de um lado ou de outro, demonstre em permanência a humildade e a competência para tanto.”

Mas também deixou recados claros ao Governo: “Estes tempos não são fáceis”. Nem “na incerteza quanto ao crescimento” nem “na evolução económica recente”, que exige “permanente atenção às previsões e seus reflexos financeiros”. É preferível, avisa, “a rectificação de perspectivas” do que “a negação dos factos”.

Marcelo, já se sabe, prefere o optimismo e considera que há temas que são eles próprios objectivos nacionais e já contam com “amplo acordo” – pertença europeia, defesa do Estado Social de Direito, combate às desigualdades, sobreposição do poder político ao económico. Mas sublinha a existência de dois modelos de governação, “com lideranças e propostas próprias”.

“Quer isto dizer que vamos prosseguir em clima de campanha eleitoral? Ou que os consensos sectoriais de regime são impossíveis? Ou que a unidade essencial entre os portugueses é questionada pelas duas distintas propostas de Governo?”, questionou, logo respondendo que "não". Para os portugueses e “em particular para o Presidente da República”, cujo mandato, sublinhou, “é por sua natureza mais longo e mais sufragado do que os mandatos partidários. E não depende de eleições intercalares”. De uma assentada lembrou que só ele está no lugar por cinco anos, todos os outros líderes terão de enfrentar eleições antes.

Prosseguiu então com as respostas às suas próprias perguntas. “O estimulante pluralismo político não impede consensos sectoriais de regime. Alguns dos quais não precisam sequer de formalização para se irem afirmando diariamente”, afirmou, exemplificando com a Saúde, de que tem falado como primeiro passo para consensos noutros domínios, entre eles a Segurança Social, tão desejada pela direita. (*)

(CONTINUA NOS COMENTÁRIOS)

(*)NO FORÙM DA TSF OS PORTUGUESES ELEGERAM A JUSTIÇA COMO O ASPECTO ONDE É MAIS URGENTE UM CONSENSO!

segunda-feira, 25 de abril de 2016

(28)ACONTECEU NO 25 DE ABRIL DE 1974!

ACONTECEU NO 25 DE ABRIL DE 1974
Resultado de imagem para 25 de abril imagens
REZA A HISTÓRIA QUE OS DIAS SEGUINTES À REVOLUÇÃO DOS CRAVOS ACONTECERAM COISAS A TOCAR O SURREALISMO DE TÃO CARICATAS. UMA DELAS TERÁ SIDO PROTAGONIZADA POR UM CHEFE DE UMA REPARTICIPAÇÃO PÚBLICA QUE NÃO SABIA COMO JUSTIFICAR AS FALTAS DOS QUE QUISERAM "IR PRÁ RUA CANTAR" (no dia 25) EM VEZ DE IREM TRABALHAR! AQUI FICA À V/CONSIDERAÇÃO!


(In Jornal de História, Armando Oliveira)

***
PRA REFLEXÃO!



A MODERADORA PRINCIPAL DO TAROUCAndo

domingo, 24 de abril de 2016

(28)POR CÁ: PROGRAMA DO 42º ANIV. DO 25 DE ABRIL!(post informativo)

PROGRAMA OFICIAL DO 42º ANIVERSÁRIO DO 25 DE ABRIL
Resultado de imagem para 25 de abril imagens

----- NOS PAÇOS DO MUNICÍPIO


11:30--Recepção das Bandas Musicais e do Corpo de Bombeiros

12:00-Hastear da Bandeira Nacional

14:15: Transporte das Bandeiras acompanhado pela Filarmónica do VV


------ NO AUDITÓRIO MUNICIPAL ADÁCIO PESTANA

14:30

-Concerto da Liberdade

-Entrega (aos alunos) dos prémios do Prof. Doutor José Leite de Vasconcelos


[A ORGANIZAÇÃO PROMETE NÃO HAVER GRANDES DISCURSOS, MAS MUITA MUSICA E PALAVRAS!]





(27)E PQ HOJE É DOMINGO:OS ANIMAIS NÃO SÃO COISAS!

E PORQUE HOJE É DOMINGO, QUEREMOS RECORDAR UMA MEDIDA LEGISLATIVA PRA FAZER JUS À "TEORIA" "NÃO SABEMOS SE OS ANIMAIS SÃO CAPAZES DE PENSAR MAS SABEMOS QUE SÃO CAPAZES DE SOFRER!"

«Animais devem deixar de ser "coisas" no Código Civil
Resultado de imagem para ministra da justiça+imagem
Ministra da Justiça defende mudança da qualificação jurídica dos animais.

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, defendeu hoje a mudança da qualificação jurídica dos animais, considerados "coisas" no Código Civil de Lisboa, para uma definição intermédia "entre a coisa e o ser humano".


Francisca Van Dunem falava aos jornalistas à margem da conferência sobre a lei da criminalização de maus tratos a animais, organizada pelo partido PAN -- Pessoas, Animais, Natureza e que decorre na Assembleia da República.

Para a ministra, que reconheceu alguma oportunidade na mudança de algumas questões na lei que entrou em vigor há 18 meses, o mais premente seria uma mudança ao nível do Código Civil, nomeadamente no que diz respeito à qualificação jurídica dos animais.

Segundo Francisca Van Dunem, o caminho passa por os animais deixarem de ser uma coisa, obtendo-se uma classificação "entre uma coisa e um ser humano, que é onde se situam os animais".

Já em relação a mudanças no Código Penal, a ministra disse ser preferível um amadurecimento do mesmo, já que "é relativamente recente".

Durante a sua intervenção, a qual abriu os trabalhos da conferência, a ministra afirmou que "o regime jurídico atualmente em vigor consente aperfeiçoamentos e amplitudes que, uma vez consensualizadas, podem implicar alterações legislativas, não só ao nível da tutela penal, mas também do próprio regime civil substantivo".

Sublinhando que, apesar do ainda muito curto período de vigência desta criminalização, foram já registados 1.498 inquéritos em 2015, no que diz respeito a crimes contra animais de companhia, Francisca Van Dunem reconheceu que a taxa de acusação é ainda relativamente insuficiente: 6,9 por cento, quando a média de taxa de acusação costuma situar-se entre os 12 e os 13 por cento.

Mais de 1300 crimes contra animais registados em 2015

Na conferência, o deputado André Silva (PAN) anunciou que ainda durante esta semana darão entrada no parlamento três projetos de lei.

A alteração do estatuto jurídico do animal, no sentido de deixar de ser considerado uma "coisa" no Código Civil e mudanças no Código Penal em relação à criminalização dos maus tratos são duas das propostas a apresentar.

O PAN pretende ainda que os animais de companhia possam entrar em estabelecimentos comerciais.

Sobre estas propostas, a ministra da Justiça começou por dizer aos jornalistas que "a lei precisaria de um maior amadurecimento, ao nível da sua aplicação", mas afirmou que se o parlamento entender avançar com alterações, o Ministério da Justiça pronunciar-se-á, se a isso for chamado.

"É comum reconhecermos que muitos animais são dotados de uma vida mental consciente. Sentem prazer e sentem dor. Têm diversos tipos de experiências sensoriais, são capazes de sentir medo, ter fúria ou alegria, agem segundo memória, desejos e intenções", disse ainda Francisca Van Dunem na conferência.

A ministra terminou com uma citação do filósofo moral e do direito Jeremy Bentham: "Não importa se [os animais] são incapazes ou não de pensar, o que importa é que são efetivamente capazes de sofrer".»(IN DN, 12/4/2016)

Daqui: http://www.dn.pt/sociedade/interior/animais-devem-deixar-de-ser-coisas-no-codigo-civil-5122588.html

sexta-feira, 22 de abril de 2016

(26)POR CÁ: ACTIVIDADES PRÓ 4º FDS!(abril/2016)

AQUI FICAM ALGUMAS DAS MUITAS ACTIVIDADES PREVISTAS PRÓ 4ª FIM-DE-SEMANA DE ABRIL, ONDE SE ESPERA UM TEMPO PRIMAVERIL!:)


[DOMINGO DE MANHÃ: RECOLHA DE SANGUE!]









1-CINEMA:Sexta e Sábado


2:VAIVÉM OCEANÁRIO: Sexta

(SÁBADO É O ÚLTIMO DIA)

3-RECOLHA DE SANGUE: Domingo 


4-CONCERTO: Sábado


5-DESPORTO DAS CAMADAS JOVENS
Resultado de imagem para andebol imagens
(de sábado a 2ª feira)

6-PROVA DE RESISTÊNCIA:Domingo


7-FESTEJOS EM HONRA A S. MARCOS EM VALDEVEZ
(ao londo de todo o fds)

8-CIRCO RUBEN
(ao londo de todo o fds)

9-PROVA DE CARABINA EM VÁRZEA DA SERRA
(sábado à tarde)

10-COMEMORAÇÃO DO 42º ANIV DO 25 DE ABRIL
Resultado de imagem para 25 de abril imagens
(2ª feira ao longo do dia)

VOTOS DE BOM FDS!

Aquele Abraço!
ProfAnónima

NB:NÃO ENCONTRAMOS OS CARTAZES DAS ACTIVIDADES 7, 8 E 9. O CARTAZ DA ACTIVIDADE 10 NÃO É UTILIZADO PORQUE TEM VIDA PRÓPRIA!-X

quinta-feira, 21 de abril de 2016

(25)POR CÁ: NOVA RECOLHA DE SANGUE! (abril/2016)

POR CÁ: NOVA RECOLHA DE SANGUE: DIA 24 DE ABRIL, NO QUARTEL DOS BOMBEIROS!

QUANDO? DIA 24 DE ABRIL

ONDE? NO QUARTEL DOS BOMBEIROS!





A MODERADORA PRINCIPAL DO TAROUCAndo

INFORMAÇÃO ADICIONAL: OS DADORES DE SANGUE VOLTARAM A ESTAR ISENTOS DA TAXA MODERADORA!(saiba mais nos comentários)

(24)POLÍTICA NACIONAL: PLANO NACIONAL DE REFORMAS!(2ª parte)

POLÍTICA NACIONAL: PLANO NACIONAL DE REFORMAS (cont.)
Resultado de imagem para antónio costa+imagens

3-EDUCAÇÃO

O governo compromete-se a celebrar contrato com jovens doutorados. Há 3 mil novas vagas para investigadores e docentes.

Outras medidas na educação:

- Limitar o número de alunos por turma (em particular nas escolas com dificuldades);
- Atribuir uma média de 70 mil bolsas anuais a estudantes carenciados;
- Desenvolver o Ensino Profissional;
- Progressiva gratuitidade dos manuais escolares no Básico e no Secundário;

4-TRANSPORTES

O executivo prevê a construção e modernização de 907 quilómetros até 2020, com um custo total de 2,5 mil milhões de euros (dos quais 1,7 mil milhões financiados pela UE). Estes números são, na verdade, em tudo semelhantes ao investimento previsto pelo governo anterior, no âmbito do grupo de trabalho para as infraestruturas de elevado valor acrescentado: 2,8 mil milhões de euros em oito projetos de ferrovia, dos quais 1,9 mil milhões de fundos comunitários.

No Programa Nacional de Reformas há ainda dinheiro para alargar o metro de Lisboa e o metro do Porto: nove quilómetros de novos percursos, divididos pelas duas cidades.

Longe vão os tempos de 2009, quando se anunciou só para Lisboa mais 29 quilómetros, plano que nunca chegou a ver a luz do dia. Entretanto, na grande Lisboa, foi já inaugurada a estação da Reboleira.

Outras medidas na área da mobilidade:

- Instalação de 2394 postos de carregamento de veículos elétricos até 2020;
- Disponibilização de 6000 bicicletas em sistemas partilhados até 2020;
- Renovação de 1000 táxis até 2020;
- Substituição de 500 veículos de transportes públicos até 2018.

5-REABILITAÇÃO URBANA

Confirmam-se as medidas que o governo já tinha anunciado. Um pacote de cerca de mil milhões de euros, com abundante financiamento europeu (programa Portugal 2020):

- Reabilitação de edifícios, fomentando a eficiência energética e sísmica (1800 edifícios até 2020);
- Reabilitação de edifícios degradados com mais de 30 anos, disponibilizando-os em regime de renda condicionada (400 edifícios até 2020);
- Regeneração de áreas degradadas (2,9 milhões de m2 de espaços públicos; 197 mil m2 de edifícios públicos ou comerciais; 2057 habitações até 2020)» (IN TSF-21/4/2016)

DAQUI: http://www.tsf.pt/economia/interior/conheca-aqui-as-principais-medidas-do-plano-nacional-de-reformas-5136669.html

(23) POLÍTICA NACIONAL: PLANO NACIONAL DE REFORMAS!(1ª parte)

PLANO NACIONAL DE REFORMAS: SAIBA O QUE VAI MUDAR NA SEGURANÇA SOCIAL, EDUCAÇÃO, SAÚDE, TRANSPORTES E REABILITAÇÃO URBANA!
Resultado de imagem para antónio costa+imagens

«Um total de 120 medidas em diversas áreas, com reforço dos apoios sociais. Salário mínimo só tem meta para 2016. A polémica condição de recursos vai até 2019, com poupanças agora "em análise".


1-SEGURANÇA SOCIAL E TRABALHO

A atualização automática das pensões, que foi fixada em 2006 e suspensa durante a crise, regressa com o acordo entre o PS e os partidos à esquerda. A recuperação destas regras de atualização custam 2 mil milhões de euros no âmbito do plano até 2020. Mas o Governo refere que ainda está "em análise" a eventual utilização de dinheiro europeu para este fim.

O Governo volta a referir que é preciso reavaliar e reforçar "a coerência do modelo de aplicação da condição de recursos nas prestações sociais de natureza não contributiva". Uma matéria que gerou algum embaraço a António Costa durante a campanha eleitoral e que agora regressa com uma referência temporal: será implementada "até 2019". E quanto poupará o Governo? Durante a campanha eleitoral, o PS inscreveu mil milhões de euros de poupanças em 4 anos. Agora, o Plano Nacional de Reformas é omisso em relação ao valor, referindo que está "em análise".

O salário mínimo, já se sabe, é aumentado este ano para 530 euros. O governo até chegou a propor no programa de governo que o valor atinja os 600 euros em 2019, passando pelos 557 euros em 2017 e pelos 580 euros em 2018. Mas desta vez, no Plano Nacional de Reformas há apenas referência aos 530 euros deste ano.

Outras medidas na Segurança Social:

- Revisão do regime de trabalho independente.
- O já anunciado fim da Contribuição Extraordinária de Solidariedade;
- Aprofundamento da convergência do regime da Caixa Geral de Aposentações com o regime geral de Segurança Social;
- Redução em 0,75 p.p. no valor da taxa contributiva das empresas (no âmbito das contrapartidas ao aumento do salário mínimo).
- Atualização a partir de 2017 do Indexante de Apoios Sociais.
- Atualização de diversos apoios sociais. Já em curso.
- Apoio extraordinário a 70 mil desempregados de longa duração, que já está em vigor e que vai vigorar até 2020. Corresponde a 80% do montante do subsídio social de desemprego. Montante atribuído no máximo durante seis meses.

2-SAÚDE

O Governo confirma a isenção do pagamento de taxas moderadoras por parte dos utentes que forem referenciados pelo médico de família, pelo INEM, ou pelo Centro de Atendimento do SNS (Linha Saúde 24). Também os bombeiros, os dadores de sangue e os dadores de tecidos, células e órgãos ficam isentos. Para os restantes utentes, está prevista uma redução dos encargos de 25%.

O Plano Nacional de Reformas mostra ainda que as injeções de capital nos hospitais continuam. Depois de já muito dinheiro ter sido transferido para pagamento de dívidas (2,5 mil milhões de euros durante o período da Troika), agora o governo prevê "a continuidade do pagamento da dívida dos hospitais" no valor de 1,3 mil milhões de euros nos próximos anos.

Outras medidas na Saúde:

- Alargamento da cobertura de dentista e oftalmologista com médicos especialistas nos centros de saúde. Está já em marcha um projeto-piloto que vai garantir médicos dentistas em 91 Centros de Saúde. No caso dos serviços de rastreio oftalmológico, o projeto-piloto abrange 28 centros de saúde;
- contratação de 500 médicos aposentados, que já está em curso;
- aumento de transportes gratuitos de doentes não urgentes;
- Promover o apoio no domicílio e em ambulatório aos cidadãos idosos ou em estado de dependência, criando 180 novas unidades de cuidados continuados integrados (4800 lugares);
- Aumento, já em curso, do número de lugares em cuidados continuados integrados (em conjunto com organizações do terceiro setor e do setor privado): 2550 novas camas para convalescença, 1056 para média duração e 4452 para longa duração;
- Novas unidades de saúde mental: 109 equipas (1528 lugares);
- Novas unidades de cuidados paliativos (164 camas).

(NO POST 24 PODERÁ VER AS NOVIDADES NA EDUCAÇÂO, TRANSPORTES E REABILITAÇÂO URBANA)

terça-feira, 19 de abril de 2016

(22)POR CÁ: UMA ESPÉCIE DE DEBATE OU UM MONTE DE BRÓCULOS

CAROS BLOGUISTAS: JÁ OS ANTIGOS DIZIAM QUE "AS CONVERSAS SÃO COMO AS CEREJAS" E A PROVA-LO (UMA VEZ MAIS), AQUI ESTÃO ALGUMAS REACÇÕES DESENCADEADAS À NOTÍCIA RELATIVA AO  PRÓXIMO CONGRESSO DA CIDADANIA (post 8). RESOLVEMOS FORMAR UM POST PRA VER SE SURGEM AS RESPOSTAS ÀS PERGUNTAS E PRA SE FAZEREM ALGUNS ESCLARECIMENTOS QUE SE IMPÕEM!ProfAnónima


0-ProfAnónina publica: «POR TAROUCA VAI ACONTECER: IV CONGRESSO DA CIDADANIA

«O IV Congresso da Cidadania Politica, vai acontecer no dia 18 de Junho, sendo que desta vez vai ser alargado a toda a Região Douro Sul.»

1-Um Anónio diz: «O SR, Domingos quer ir para a assembleia da republica! Já está a esticar o terreno.»

2-Outro Anónino pergunta:«Não será mais isto:«A cidade que se impõe Douro Sul - DN & Companhia
dnecompanhia.blogs.sapo.pt/a-cidade-que-se-impoe-douro-sul-1233»???

3-Um Anónino parece concordar com o Anónimo 2«Deve ser porque o Dr Domingos sempre gostou muito de cidades, ou não fosse ele o 1º a propôr a passagem de Tarouca a cidade!?»

4-Anónimo pergunta:«E ora digam lá se não dava um bom Deputado da Nação?!»

5-Anónima esclarece o Anónimo 1:«Agora percebo porque postou uma notícia das castanhas de Sernancelhe e uma imagem das cavacas de Resende!
Mas nesse esticar do terreno não está sózinho. O Dr Amaro também anda em cerimonias oficiais por outras paragens. Ainda no domingo esteve em Moimenta da Beira!»

6-Surge um Anónimo preocupado com as autárquicas:«Se forem todos para a Assembleia da República ficamos sem candidatos autárquicos.....»

7-Aparece um Anónimo com dúvidas sobre as legislativas/15:«Nas últimas legislativas o PSD levou alguém da Região Douro Sul?»

8-Outro Anónimo aparece e tece um elogiu:«Até agora a deputada socialista da região está a cumprir com o prometido, ainda não se esqueceu que é deputada da Nação mas que representa esta Região.»

9-Surge então outro Anónimo que tranquiliza o Anónimo 6:«Candidatos nunca faltariam. Apareciam as Velhas Guardas!;)

10-Mais tarde surge um outro Anónimo que diz:«A Região ficava bem representa por estes dois Senhores mas não me parece que sejam esses os planos deles. Aqui existem muitos "ses"...»

(CONTINUA NOS COMENTÁRIOS) 

segunda-feira, 18 de abril de 2016

(21)DIA ESPECIAL: DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS!(2016)

CAROS BLOGUISTAS: AQUI DEIXAMOS O CARTAZ RELATIVO AO DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS DESTE ANO!
DIMS


«O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios é celebrado a 18 de abril.

A data visa promover os monumentos e sítios históricos e valorizar o património português, ao mesmo tempo que tenta alertar para a necessidade da sua conservação e proteção. O tema de 2016 é "Desporto, Património Comum".

Neste dia decorrem várias iniciativas para celebrar a data, como visitas e entradas gratuitas nos monumentos. Ao longo da semana que integra este dia, também se realizam comemorações por todo o país, todos os anos com um novo tema.

Pode conhecer todo o programa de atividades do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios por localidade no site da Direção-Geral do Património Cultural. »

DAQUI: http://www.calendarr.com/portugal/dia-internacional-dos-monumentos-e-sitios/

domingo, 17 de abril de 2016

(20)MAIS UM CASO DE CIBERCRIMINALIDADE!(fotomontagens)

E porque a cibercriminalidade pode assumir muitas formas, aqui fica mais uma. Neste caso, pudemos ver um fotomontagem (mal concebida, diga-se). Quem é ele não sei mas a ela conheço e sei que nunca colocaria certas coisas no facebook como aquelas que por vezes aparecem! (am)

(recebido num dos emails que suportam este blog)

CONTINUAÇÃO DE BOM DOMINGO!




sexta-feira, 15 de abril de 2016

(19)POR CÁ: ACTIVIDADES PRÓ 3º FDS!(abril/16)

POR AQUI FICAM ALGUMAS ACTIVIDADES PREVISTAS PRÓ 3º FIM-DE-SEMANA DE ABRIL DE 2016! 

Resultado de imagem para 25 de abril imagens







1-CINEMA: Sábado e Domingo
 

2-VIGÍLIA: Sábado à noite



3-DIVERTIMENTO-ZUMBA: Domingo à tarde


4-VÁRIOS DESPORTOS

4.1-ANDEBOL: Sábado de manhã
Resultado de imagem para andebol imagens
(camadas jovens)

4.2-FUTSAL: Sábado á tardinha
Resultado de imagem para imagens de futebol
(masculinos:inter vs benfica viseu)

4.3-FUTEBOL: Domingo à tarde



VOTOS DE BOM FIM-DE-SEMANA!:)

Aquele Abraço!
ProfAnónima

NB:NA PRÓXIMA SEMANA VÃO ACONTECER DIVERSAS ACTIVIDADES!(ver nos comentários)

(18)TAROUCA FOI NOTÍCIA: SAIBA PORQUÊ!(abril/16)

«O COMBATE À CORRUPÇÃO É UMA OBRIGAÇÂO DE TODOS!»(Cavaco Silva, Presidente da República)
Resultado de imagem para 25 de abril imagens

Caros Bloguistas!

Aqui está o post que vai assegurar a rubrica do "Tarouca Foi Notícia", relativas às notícias do mês de Abril de 2016!(*)

Recordamos que estas tanto podem ter saído na TV como nos jornais nacionais/regionais, como ainda nos blogues! :) 


Aquele Abraço! 
ProfAnónima 

(*)NOS COMENTÁRIOS PODERÁ ENCONTRAR ALGUMAS NOTÍCIAS SAÍDAS NA CS EM MARÇO/16, MAS QUE SÓ AGORA CHEGARAM A TAROUCA!